quinta-feira, 22 de julho de 2010

Ringo Starr - Mais um sonho realizado, Hollywood 15 de Julho de 2010

Como prometi a mim mesmo depois do show de Paul McCartney em Abril, fui ver Ringo. O show foi dia 15 de julho no Hard Rock Live no complexo do Seminole Hard Rock Hotel and Casino, em Hollywood, pertinho de casa.

 A prova de que eu estava lá


Ringo toca com músicos muito competentes que fizeram um certo sucesso nos anos 60, 70 e 80. São eles:
- Edgar Winter - Teclados / Saxofone / Percussão - Site Oficial
- Gary Wright - Teclados - Site Oficial
- Richard Page (Mr. Mister) - Baixo - Site Oficial
- Wally Palmar (The Romantics) - Guitarra
- Rick Derringer (The McCoys) - Guitarra - Site Oficial
- Gregg Bissonette - Bateria - Site Oficial


Todos eles também cantam seus sucessos do passado. Destes, as mais conhecidas são Broken Wings (Page), Talking in Your Sleep (Palmar) e Hang On Sloopy (Derringer). O que impressiona é a qualidade musical e o entrosamento deles. Considerando que esta é uma banda temporária - "só para ter o que fazer durante o verão", segundo Ringo - o entrosamento realmente chama a atenção e isso só acontece pela qualidade dos caras.

Ringo na abertura do show

Bom, vamos ao que interessa: Ringo. O cara é uma figura. Ele confirmou essa impressão que eu tinha dele. Enquanto Paul é mais bom moço e mescla momentos de emoção com piadas (legais mas) de salão, Ringo é relax e fica tirando onda o show todo. Pelo que me lembre ele não tocou no nome dos Beatles o show todo. Ele só se referia como "aquela outra banda famosa que eu fiz parte" ou "essa banda que vocês estão pensando" ou simplesmente "a outra banda".


Ringo na bateria

Ringo acabou de completar 70 anos e está muito em forma. Ele se movimenta o show todo, ou está cantando (bem) e dançando (maaal) ou está tocando bateria. Tem um outro baterista que é quem toca de verdade, porque tem hora (ver foto acima) em que ele só canta. É engraçado ver eles tocando juntos pelo sincronismo nos movimentos.


Claro que a gente mais esperava era que ele tocasse mais músicas dos Beatles mas as que ele tocou foram ótimas. A primeira foi "I wanna be your man", muito boa, conheci e aprendi a gostar jogando The Beatles Rockband no Wii, assim como "Boys". A próxima da lista dos Beatles foi "Yellow Submarine" que ele cantava na versão original. Todas as músicas (à exceção de Boys) foram escritas por Lennon e McCartney especialmente para Ringo cantar, por isso o vocal não varia muito. Já Boys é uma música que Ringo gosta muito e tocava antes unir aos Beatles e foi gravada com ele nos vocais no álbum Please Please Me. Coincidentemente os Beatles sempre a incluíam nos shows do The Cavern como a música do baterista, que na época ainda era Pete Best.

O vídeo abaixo tem alguns trechos do show. O show começa só por volta de 1:30 (um minuto e meio) do vídeo.


A última (ou últimas) músicas foram incríveis. Quando todos os outros fazem aquele coro na introdução "With a Little Help From My Friends" é impossível não se emocionar. Ele depois dá uma saidinha de charme e volta para cantar "Give Peace a Chance" de John Lennon, nessa eu quase fui às lagrmas.

Set List:
1. It Don't Come Easy (Starr)
2. Honey Don't (Starr)
3. Choose Love (Starr)
4. Hang On Sloopy (Derringer)
5. Free Ride (Winter)
6. Talking in Your Sleep (Palmar)
7. I Wanna Be Your Man (Starr)
8. Dream Weaver (Wright)
9. Kyrie (Page)
10. The Other Side of Liverpool (Starr)
11. Yellow Submarine (Starr)
12. Frankenstein (Winter)
13. Peace Dream (Starr)
14. Back Off Boogaloo (Starr)
15. What I Like About You (Palmar)
16. Rock and Roll, Hoochie Koo (Derringer)
17. Boys (Starr)
18. Love Is Alive (Wright)
19. Broken Wings (Page)
20. Photograph (Starr)
21. Act Naturally (Starr)
22. With a Little Help from My Friends (Starr)
23. Give Peace a Chance (Starr)

Foram 2 horas de show e posso dizer que me valeu cada centavo que gastei. Pela qualidade do show, pela qualidade técnica dos músicos e sem dúvida nenhuma por ter visto o outro Beatle vivo. Pena que não consegui falar com ele sobre meu projeto para a nossa banda de canhotos com Paul. Agora espero que demore muito, mas muito mesmo para eu ver George e John ao vivo...

3 comentários:

  1. Putz... eu li o post todinho pra saber se iria poder fazer a piadinha do John e do George... I was caught in the jump...

    ResponderExcluir
  2. Só faltou mencionar as companhias mais do que agradabilíssimas que estavam com você no show! Só por conta disso, esse post perdeu um pouco do brilho...

    ResponderExcluir
  3. Bolinha, velho, cadê os updates do blog?

    ResponderExcluir